Técnico do Barcelona critica Dembélé por lance de lesão: 'Se não tivesse feito, estaria aqui'

Contratado nesta temporada para ser o novo comandante do Barcelona, o treinador Ernesto Valverde deu sua opinião sobre o lance em que o atacante Ousmane Dembélé se contundiu na partida contra o Getafe, realizada no último sábado pela quarta rodada do Campeonato Espanhol. Para o técnico, faltou maturidade e experiência de jogo para o atleta francês, e que caso ele tivesse mais precaução com seu corpo, não teria se lesionado.

“Não há muito a dizer sobre isto. O Dembélé é um jogador sem histórico de lesões musculares e não tem experiência para perceber estas coisas. Lesionou-se com um toque de calcanhar, que é o mais violento para o bíceps da coxa. Se não o tivesse feito, não teria se lesionado e estaria aqui com o grupo. Um jogador mais experiente tinha deixado a bola sair pela linha de fundo”, afirmou o treinador do clube catalão durante entrevista coletiva.

Após a contusão, o clube espanhol soltou uma nota afirmando que o jogador tinha uma ruptura do tendão do bíceps femoral da coxa esquerda e que o procedimento fará com que ele fique fora dos gramados até o início do ano que vem. “O atleta será submetido a tratamento cirúrgico pelo dr. Sakari Orava esta próxima semana na Finlândia. O tempo de baixa previsto será entre três meses e meio e quatro meses”, ressaltou a diretoria catalã.

Revelado pelo Rennes em 2015, Dembélé ganhou destaque internacional no Borussia Dortmund, onde atuou em 50 partidas e marcou 10 gols, além de ser um dos principais jogadores do clube alemão. Apesar de não ser a primeira opção do Barcelona, Dembélé chegou a peso de ouro no clube catalão e com apenas três jogos em campo já ganhou elogios tanto da torcida como de seus companheiros de time.